Noites Verdi: La Traviata

Tome nota

 

O evento “Noites Verdi: La Traviata” já ocorreu.

 

Expirado

As Noites Verdi, que trazem pela primeira vez ao Festival transmissões de espetáculos de ópera gravados em palcos estrangeiros (este ano do Teatro Real de Madrid), vão iniciar-se com La traviata, última obra da chamada Trilogia popular verdiana (que incluí ainda Rigoletto e Il trovatore). Estreada em 6 de março de 1853, La traviata continua a ser um dos títulos mais amados de toda a produção lírica italiana romântica.

Baseia-se no romance A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas, Filho, e a sua figura central é Violetta Valéry, uma cortesã que vive uma tremenda e funesta paixão com o jovem burguês Alfredo Germont, relação amorosa considerada socialmente inaceitável na época. A obra termina com a morte de Violetta e veicula uma mensagem profundamente romântica, a da glorificação, pelo facto de muito amarem, de personagens excluídas pela moral vigente. A ópera contém alguns dos trechos mais populares de toda a obra Verdiana (o conhecido Brindisi do I Ato é prova disso) e o papel titular requer um soprano capaz do virtuosismo vocal mais estonteante (veja-se o final do mesmo I Ato) e da maior expressividade dramática durante todo o decorrer da obra.

Tomando como heroína uma mulher que escolhe ser soberana do seu próprio corpo e da sua afetividade, La traviata é um poderoso e moderno hino à Liberdade.

Noites Verdi: La Traviata, próximas datas

O evento “Noites Verdi: La Traviata” já ocorreu.

As datas e horários apresentados podem sofrer alterações sem aviso prévio

Noites Verdi: La Traviata, localização